• Mauricio

Códigos de barras para produtos e estoque

Conheça os principais tipos e usos para o varejo e atacado.


A tecnologia possibilitou criar formas para automatizar ações e processos tanto para a indústria, como para diversos outros setores da economia. O varejo vem experimentando diversas mudanças nos últimos anos com o aparecimento da internet e de tecnologias que simplificam as ações, melhorando o controle das pequenas empresas que pode contar com boas ferramentas suas gestão e vendas em seus negócios.


O que é?


No início dos anos de 1970 a IBM, a pedido do setor de supermercados, desenvolveu projeto do código de barras UCP (Universal Product Code), uma representação numérica em barras que poderia ser escaneada e reconhecida facilmente. Estava criado o código retangular que usamos até hoje e que parece que ainda vai perdurar por muito tempo.

 

A utilidade dos códigos vão muito além do momento da venda em um caixa.

Eles otimizam o controle de estoque, o rastreio de mercadorias em trânsito e muitas outras questões como lote, localidade e muito mais.

Veja os principais tipos de códigos de barras utilizados pelas empresas



Principais códigos utilizados em vendas e logística de produtos


Código UPC-A

Muito utilizado pelo varejo, principalmente nos Estados Unidos e no Canadá, ele tem uma sequência de doze números e pode ser uma ótima opção para quem pretende exportar para a América do Norte.





Código EAN-13

Amplamente utilizado no Brasil para produtos e vendas no varejo. É de fácil leitura e a versão mais utilizadas é o com 13 dígitos. Ele consegue armazenar tanto a numeração única do produto, assim como a do lote.





Código ITF-14

Esse código é muito utilizado nas diversas etapas de logística. Com quatorze dígitos ele consegue ser escaneado de certa distância e em uma caixa de papelão, por isso é voltado para rastreio e localização mercadorias.



Código GS1-128

Também muito utilizado em aplicações de logística, ele tem a capacidade de armazenar letras o que oferece maior capacidade de informação e consequentemente de precisão para o rastreio de mercadorias. Nesse formato de código é possível ter informações adicionais como os números do lote e serial, assim como quantidades, validade, etc.



Preciso pagar para utilizar códigos de barras?


Se você precisa de um código que seja único para utilizar em um produto, o ideal é buscar um revendedor de códigos devidamente certificado e que tenha sido emitido pela GS1. Existem diversas empresas que prestam esse serviço e podemos encontrá-las facilmente na internet.


Se você vai utilizar para gestão interna, seja financeira ou para controlar o seu estoque, como uma loja de roupas exclusivas ou um brechó, em que são utilizadas etiquetas com um código de barras apenas para acelerar a venda, então não se faz necessário pagar para ter a exclusividade do código.


Seja qual for a sua necessidade, o código de barras é um aliado e vai certamente ajudar e agilizar as ações no seu negócio.

0 visualização

RECEBA AS NOVIDADES

  • Facebook - Black Circle
  • YouTube - Black Circle